0

Vigilante empurra vendedor de balas contra trem em movimento por ele estar trabalhando no local

Uma moradora de São Paulo publicou um post no Facebook nesta terça-feira (21), denunciando as agressões que seu irmão sofreu em uma linha da CTPM.

Na foto um rapaz aparece no chão, aparentemente inconsciente, com sangue ao lado. Segundo o relato da internauta Lilian Nascimento, seu irmão Maury Nascimento, costumava vender balas nos trens da capital como fonte de renda, já que está desempregado e tem três filhos, incluindo uma bebê recém-nascida.

De acordo com a versão de Lilian, seu irmão já vinha sendo perseguido pelo mesmo fiscal há tempos e eles tinha uma “rixa” por conta de outras ocasiões em que o segurança apreendeu seu material e não devolveu.

Nesta terça (21) eles teriam se reencontrado na Linha 7 Rubi e o pior aconteceu. Segundo a jovem, o agente novamente quis tomar as mercadorias dele de Maury e como não conseguiu jogou o rapaz contra o trem que estava passando no momento.

“Esse ignorante assassino que tentou matar meu irmão”, acusou a moça, dizendo também que depois que o rapaz ficou caído no chão com sangue e quase desmaiado, impediu que as pessoas o ajudassem.

 No desabafo de Lilian ela argumenta que ele estava apenas lutando pelo sustento de sua família. “É proibido vender bala no trem, mas se ele não vender alguém vai comprar o leite ou a fralda para as crianças?”.

Ainda de acordo com a internauta, Maury perdeu uma pequena parte da orelha e feriu o rosto. O vendedor está internado na UTI, mas sem risco de morte.

Ainda de acordo com a internauta, Maury perdeu uma pequena parte da orelha e feriu o rosto. O vendedor está internado na UTI, mas sem risco de morte.

Em 12 horas o post teve quase 20 mil compartilhamentos. Lilian pediu para que as pessoas ajudassem a divulgar o ocorrido para que outras ocorrências desse tipo não se repitam e para que o profissional que abusou da violência seja punido.

Casos de agressões contra ambulantes nos trens de São Paulo não são incomuns. Em fevereiro de 2016, o internauta Willian Santana flagrou em vídeo um segurança da CPTM batendo em um jovem que foi confundido com um vendedor.

A vítima estava dentro de um trem da Linha 9-Esmeralda. Um dos fiscais bateu na câmera de Willian para impedi-lo de continuar filmando. O caso foi parar na #Polícia e a empresa ferroviária na época alegou que os agentes de segurança terceirizados foram afastados.

Fonte: blastingnews 


LEIA TAMBÉM
loading...

O Mundo Aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *