0

Cãozinho recusado por duas famílias procura por novos donos e mostra o quanto precisa de amor

Os cães podem ser animais muito dóceis, tudo o que eles precisam é de muito amor e carinho. Mas, para isso, nós precisamos entender que cada um deles tem sua história e seu passado, por isso nem sempre trazem boas memórias e precisam aprender como ser amáveis. Um bom exemplo disso, é a história de uma cadelinha chamada Lana.

Lana nasceu em péssimas circunstância e desde pequena teve que lutar com seus irmãos para conseguir se alimentar, porque a quantidade de comida que eles tinham era muito pouca. Tempos depois, ela foi levada para um abrigo, onde permaneceu por alguns meses, em busca de uma família que lhe adotasse.

Bom, a primeira adoção aconteceu. Mas, certo dia, quando Lana se alimentava, sua nova ‘mamãe’ se aproximou e a cadelinha acabou abocanhando a mão dela. Assustados com essa atitude, eles devolveram a cadelinha para o abrigo.

Essa experiência foi traumatizante para Lana e mexeu com os sentimentos dela. Depois disso, a cadelinha ficou muito triste e reclusa. Não é atoa que com a postagem de uma foto sua, ela ficou conhecida como “o cão mais triste do mundo”.

Depois da divulgação que mostrava sua tristeza por ter sido devolvida, milhares de pessoas começaram a entrar em contato com o abrigo e fazer ofertas de adoção da cadelinha. Mais de 4.000 pedidos de adoção foram feitos em seu nome.

Então, mais uma vez Lana foi adotada por uma família e sua história parecia ter um final feliz, mas, infelizmente, ela não acaba por aí. Após seis meses com sua nova família, ela foi devolvida novamente.

 

E o mundo – que já tinha esquecido de sua história – voltou a falar da cadelinha graças a um apelo feito pelo próprio lar de adoção em que ela vive. Todas essas experiências ruins vividas por Lana apenas pioram seu estado emocional.

Especialistas afirmam que o melhor lugar para ela agora seria em uma fazenda, onde ela tivesse espaço para correr e brincar com outros animais. Além disso, é melhor que os novos donos não tenham filhos e sejam maduros o suficiente para ter bastante paciência, tempo e determinação para ensinar Lana e mostrar-lhe o lado bom da vida.

Agora, Lana espera por esse dono. Infelizmente, caso ela não seja adotada novamente, terá que ser eutanasiada. Por isso, compartilhe sua história até que ela chegue no seu “final feliz”.

Para adotá-la, envie um e-mail para: info@rescuedogsmatch.com.

O resultado sairá dia 20 de maio. Estamos torcendo por você, Lana!

Fotos: reprodução


LEIA TAMBÉM
loading...

O Mundo Aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *