0

Filho não parava de engordar e de forma surpreendente os pais colocam fim nisso

Com 15 anos Jacob Miller já pesava 320kg. Foi preciso uma cirurgia de emergência para frear esse crescimento exagerado que o estava levando a morte. A doença: obesidade mórbida.

Mesmo tendo sido um bebê prematuro, Jacob pesava 5,5 kg quando nasceu. Aos 12 meses, ele pesava 23,5 kg, e, como se já não fosse suficiente, a cada ano, ele continuava a ganhar 45 kg adicionais, em média. Quando ele fez 15 anos, tinha inacreditáveis 320 kg e 1,95 m de altura.

A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas sorrindo

Seus pais se preocupavam com razão, a gordura estava pesando seus órgãos internos e com isso a quantidade de complicações de saúde só aumentavam, entre elas, problemas respiratórios e cardiovasculares, gordura no fígado, pernas inchadas e diabetes.

Diferente do que muitos pensam, a obesidade dele não era irresponsabilidade dos pais que o alimentavam mal, ele sofria de um problema de ordem hormonal congênita.

No Centro Médico do Hospital Infantil de Cincinnati, eles recomendaram que Jacob passasse por uma cirurgia bariátrica, ou seja, uma redução de estômago. Após a operação, Jacob teria que fazer sua parte e passar por uma dieta restrita para perder peso. Antes da intervenção cirúrgica, ele já havia conseguido perder 35 kg.

Após 3 horas de cirurgia, Jacob sobreviveu e ficou com o estomago do tamanho de um ovo.

Todos os seus amigos o esperavam ansiosos na escola, 3 meses depois ele volta a escola é recebido com muito amor e menos 68kg.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo
A recuperação não foi nada fácil, Jacob teve que ser persistente e perseverante, muito exercício físico e dieta para que seus níveis hormonais não atrapalhassem o processo.

 

Um ano depois dá para ver que nas fotos a baixo que ele conseguiu um grande avanço, mas a sua luta será constante, uma vida toda de controle e de cuidados para manter a sua saúde longe de problemas!

 

Fonte|: Vamos La Portugal 


LEIA TAMBÉM
loading...

Tifani