Menino que nasceu com “duas caras” surpreende a todos com sua evolução

Tres nasceu cm uma doença rara e contrariou todos os médicos que diziam que ele não teria muito tempo de vida

Todos os dias surgem pelo mundo casos comoventes de recém nascidos que nasceram com alguma deficiência que impossibilita a vida, mas contrariando a ciência e o conhecimento da medicina, sobrevivem por muitos anos.

Esta história aconteceu em Bernie, no estado do Missouri, Estados Unidos, há 13 anos atrás, quando nasceu Tres Johnson com uma rara doença, muito pouco descrita pela medicina, a disprosopia, ou popularmente chamada de duas caras. Os prognósticos dos médicos, segundo os dados da anomalia computados até então, eram de que o menino morreria em pouquíssimo tempo, porém, contrariando a tudo e a todos, está vivo até hoje e acabou de completar 13 anos.

 

O problema de Tres foi ocasionado por uma fenda enorme, que segue desde o rosto até o cérebro, o que levou a formação de duas caras, além disso, o menino tem crises convulsivas que já chegaram a 400 por dia e atraso em diversas esferas da cognição.

A vida de Tres foi uma luta desde o nascimento, primeiro precisou lutar para sobreviver, e depois vieram as lutas diárias, quem foram e ainda são muitas. Uma delas é o preconceito que enfrenta, muitas pessoas diziam a seus pais, que ele era uma aberração, que não sobreviveria por muito tempo e que era egoísmo mantê-lo vivo, mas seus pais se mantiveram firmes e acreditaram que o filho reagiria.

Outra luta foi encontrar um médico que estava disposto a tratar Tres como um simples paciente e não como um caso muito raro de estudo. Foram diversos médicos de todo o país que se interessaram e se dispuseram a ajudar, mas os pais escolheram minuciosamente o médico com a verdadeira intenção de ajudar seu filho.

Atualmente, Tres está com 13 anos, as crises convulsivas diminuíram para 40 por dia, graças ao tratamento com óleo de canabis e após diversas cirurgias de reparação a aparência está bem melhorada.

 

Fonte: Jetofnews

Facebook Comments

LEIA TAMBÉM
loading...
Compartilhar

Deixe uma resposta